Ir para o conteúdo

Prefeitura de Lourdes
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Meio Ambiente /VerdeAzul
foto

#açãonoverdeazul

Atendendo a Diretiva7: USO do SOLO , Ação no VerdeAzul, relacionada aos processos geodinâmicos perigosos ou à exploração ou ao potencial de exploração de recursos minerais municipais. Trata-se de controle de erosão no entorno da Mata Ciliar .

#açãolocalporumacausaglobal

A crescente situação de degradação dos solos e recursos hídricos, principalmente no meio rural, tem no seu contexto principal, a erosão. O termo erosão provém do latim (erodere) e significa “corroer”. Nos estudos ligados à ciência da terra, o termo é aplicado aos processos de desgaste da superfície terrestre (solo ou rocha) pela ação da água, do vento, de queimadas, do gelo e de organismos vivos (plantas e animais), além da ação do homem (CAMAPUM DE CARVALHO et al., 2006). Na definição da EMBRAPA (2004), solo é um recurso natural que deve ser utilizado como patrimônio da coletividade, independente do seu uso ou posse. É um dos componentes vitais do meio ambiente e constitui o substrato natural para o desenvolvimento das plantas. As principais áreas de preservação ambiental frequentemente encontram-se nas zonas rurais: áreas de mananciais, nascentes, corpos d’água, maciços vegetais, dentre outros recursos naturais. Após a retirada da cobertura vegetal, o solo fica exposto a diversas intempéries, como o sol, a chuva, os ventos, culminando na redução de sua permeabilidade, em conseqüência de sua compactação, desencadeando sérios problemas, como processos erosivos, principalmente do tipo laminar, que além de degradar o solo também o empobrece (GUERRA et al., 2007). São exemplos dessa situação, no meio rural, o plantio e manejo do solo de modo inapropriado, como a não observância de curvas de nível ou o desmatamento de matas ciliares. Todo esse processo pode se tornar ainda mais agressivo ao ambiente, pois o solo retirado de um determinado lugar pelo escoamento laminar irá se acumular no leito dos rios, causando assoreamentos, enchentes podendo alterar todo o ecossistema aquático (DERISIO, 2000).

Objetivos específicos

• Propor e priorizar medidas de controle das erosões do solo rural no entorno; da Prainha Municipal e estrada vicinal João Pereira de Carvalho

• Apresentar e priorizar ações visando a conservação e recuperação dos recursos hídricos superficiais e de subsuperfície da área;

• Identificar e priorizar medidas para minimizar os impactos da utilização inadequada do solo e das intervenções antrópicas.

 
Seta
Versão do Sistema: 3.1.7 - 02/12/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia